[Miami] Yardbird Southern and Table Bar

No final de 2011 eu vim a Miami pela primeira vez. O objetivo era encontrar meu marido, que vinha de uma viagem de trabalho da Alemanha para trabalhar aqui por uma semana. Além disso, tínhamos um amigo que estava morando aqui, era uma oportunidade de fazer uma visita. Porém, eu vim meio emburrada porque do alto de todo o meu preconceito com a cidade, eu achava que ela era um dormitório para ir à Disney. Eu nem sabia que 4 horas separavam os dois lugares, pra ter-se uma idéia do tamanho do desinteresse que eu tinha, boa parte dele alimentado pelo tipo de "turismo" que os brasileiros costumam fazer aqui: compras. A esta altura quem me lê já percebeu que eu viajo pra comer, fotografar e passear. Raramente compro souvenires ou presentes, porque eles sempre precisam ser carregados e tiram a toda a liberdade de andar de mãos vazias. Eu acreditava que Miami não poderia me oferecer nada do que eu procuro numa viagem. E quando meu marido me disse que muito provavelmente a cidade seria nosso destino nos próximos 3 anos eu quis morrer, de verdade. O que mudou a minha perspectiva daqui foi este restaurante. 

O Yardbird é um bar/restaurante especializado em comida do sul dos EUA. Quando conheci o cardápio era mais variado, mas muitas das opções antigas foram divididas com o cardápio do Swine, assim que o grupo abriu a casa especializada em porco. Com isso, o Yardbird se tornou uma casa especializada em frango frito à moda do sul, como era pra ser desde o início. E acredite: não tem nada haver com KFC ou fast food! Primeiro de tudo, é preciso esquecer a máxima de que comida norte-americana é basicamente hambúrguer e sanduíche. Eles são apenas uma parte da cultura gastronômica, mais especificamente voltada para o horário do almoço - que é corrido. Nas demais refeições, há variadas opções para comer. Basta sair do circuito das redes de comida barata. 

Southern Food é aquela comida que mais está relacionada com a chamada Comfort Food para os estadunidenses. Algo como a comida de Minas Gerais. É incrível como eles utilizam vários ingredientes que nós utilizamos no Brasil, essas semelhanças merecem um post à parte. O frango frito é um dos pratos emblemáticos da Southern Cuisine e este restaurante consegue elevar um simples frango frito ao patamar de arte. Sempre sequinho, de casquinha crocante (não é empanado como um milanesa, mas como um tempura de massa mais grossa), bem temperado e incrivelmente úmido sem nunca estar cru. Se não fosse tão complicado fazer fritura numa cozinha americana com um exaustor minúsculo eu até tentava a receita que o antigo chef divulgou uma vez. 

A casa oferece drinks bastante interessantes à base de bourbon, o uísque feito com no mínimo 51% de milho. Há opções com bacon, alecrim, tomilho e até mostarda! São servidos em vidros de conserva, reavivando um costume antigo do sul: pela falta de copos suficientes pra oferecer bebida aos convidados em dias de festa, usavam-se estes vidros. É uma excelente maneira de começar a curtir o lugar devagarinho e entrar no clima. O lugar é super bem decorado, rústico e moderno ao mesmo tempo. No mais, algumas opções do cardápio pra se ter uma idéia do que eu estou falando:

As lâmpadas dentro dos vidros de conserva! 

As lâmpadas dentro dos vidros de conserva! 

Os coquetéis!

Os coquetéis!

Chicken biscuits: frango frito e os pãezinhos deliciosos do sul.   Foto: http://s3-media4.fl.yelpcdn.com/bphoto/_EOxCM8jU3LVwciZ4Gwxgw/o.jpg

Chicken biscuits: frango frito e os pãezinhos deliciosos do sul. 

Foto: http://s3-media4.fl.yelpcdn.com/bphoto/_EOxCM8jU3LVwciZ4Gwxgw/o.jpg

Chicken & Waffles & Watermellon : Por mais estranho que possa parecer, a combinação de frango frito,  waffles ,  maple syrup  e melancia é bem gostosa! Crocância, maciez e suculência, aliados aos sabores salgado, doce, apimentado, além do frescor que a melancia traz. Só provando!

Chicken & Waffles & Watermellon: Por mais estranho que possa parecer, a combinação de frango frito, waffles, maple syrup e melancia é bem gostosa! Crocância, maciez e suculência, aliados aos sabores salgado, doce, apimentado, além do frescor que a melancia traz. Só provando!

Já comemoramos o aniversário do meu marido com um Red Velvet Cake delicioso.

Já comemoramos o aniversário do meu marido com um Red Velvet Cake delicioso.

A  Apple   Pie  deles é de morrer se abraçando.

A Apple Pie deles é de morrer se abraçando.

 

[Miami] Bulla Gastrobar

O Bulla é um lugar que a gente não precisa fazer força pra gostar. Alías, não fosse pelas mesas e cadeiras que escolheram por no restaurante, seria o lugar perfeito pra ir sempre. Inspirado no conceito de GastroPub, algo como um bar com petiscos feitos com ingredientes selecionados, bem feitos e bem apresentados, é um ótimo local para reunir amigos e família, pra beber e petiscar sem pressa de ir embora. 

Toda vez que vamos ao restaurante iniciamos os trabalhos pedindo uma  Vichy Catalan . Pra quem gosta de água com gás, é uma pedida incrível! Ela é meio salgadinha e com muito gás. Diferente de todas as águas que você já deve ter tomado.

Toda vez que vamos ao restaurante iniciamos os trabalhos pedindo uma Vichy Catalan. Pra quem gosta de água com gás, é uma pedida incrível! Ela é meio salgadinha e com muito gás. Diferente de todas as águas que você já deve ter tomado.

Eles oferecem um sistema de  Bottomless Sangrias . Você paga um valor determinado e toma sangria até cansar. Essa daí é uma variação branca, feita com  Cava . Depois de beber tudo ainda tem as frutinhas bêbadas pra comer. Delícia!

Eles oferecem um sistema de Bottomless Sangrias. Você paga um valor determinado e toma sangria até cansar. Essa daí é uma variação branca, feita com Cava. Depois de beber tudo ainda tem as frutinhas bêbadas pra comer. Delícia!

Este  Gazpacho  foi servido como cortesia, pra que avaliássemos as opções que eles estavam criando para o  brunch . Achei bem legal essa iniciativa de submeter ao crivo dos clientes os pratos a serem servidos. 

Este Gazpacho foi servido como cortesia, pra que avaliássemos as opções que eles estavam criando para o brunch. Achei bem legal essa iniciativa de submeter ao crivo dos clientes os pratos a serem servidos. 

Esse daí é uma  French Toast,  também pra gente avaliar. 

Esse daí é uma French Toast, também pra gente avaliar. 

Pan con tomate : simples e delicioso.

Pan con tomate: simples e delicioso.

Patatas Bravas : uma das favoritas do meu marido.

Patatas Bravas: uma das favoritas do meu marido.

Esse é o meu favorito:  Oxtail flatbread , algo como uma pizza de rabada. Pense que dá vontade de esfregar na cara de tão bom?

Esse é o meu favorito: Oxtail flatbread, algo como uma pizza de rabada. Pense que dá vontade de esfregar na cara de tão bom?

Pra encerrar com chave de ouro, Churros! Vem com Dulce de Leche e um molho de chocolate. Eu dispenso o de chocolate e peço pra vir dois do outro. De comer se abraçando!

Pra encerrar com chave de ouro, Churros! Vem com Dulce de Leche e um molho de chocolate. Eu dispenso o de chocolate e peço pra vir dois do outro. De comer se abraçando!

Os pratos são para compartilhar, mas são pequenos. Mesmo aqueles que os garçons juram que são grandes não o são tanto assim. A idéia é que você experimente um pouco de cada coisa enquanto festeja a vida com as pessoas. E vou te falar que com a qualidade da comida servida, é uma festividade pra lá de boa!

 

[Miami] Michael's Genuine Food

Já era pra ter escrito sobre este restaurante há muito tempo. Mas tivemos um contratempo de atendimento uma vez e Bruno embirrou com o lugar. Coisa besta, ele tinha razão de ficar chateado e o Oak Tavern é ali pertinho. E naquela época costumávamos tomar café no Paul (uma rede de 'cafeteria francesa' que tem lojas espalhadas por várias cidades do mundo), da Lincoln Road, aos domingos. Assim foi, até que tivemos de esperar por um pedido, já pago, por mais de 40 minutos. Eu disse à ele: "Por muito menos, fizemos um escândalo no Michael's.". Ele concordou e resolvemos dar uma segunda chance ao lugar. Até porque a relação custo x benefício do Paul vinha deixando a desejar fazia era tempo.

Fonte: http://johnmariani.com/archive/2011/110403/MIAMI--michel%20people.jpg

Fonte: http://johnmariani.com/archive/2011/110403/MIAMI--michel%20people.jpg

A comida do Michael's é extraordinária! Fresca, colorida, bonita, com opções variadas e tudo é feito na casa. A proposta é dividir tudo, pra provar um pouco de cada coisa, com um passa-passa de pratos de um lado para o outro nas mesas. Mas as porções são quase todas diminutas. Tem pratos que parecem feitos pra bonecas, como as Blueberry Pancakes.  Por outro lado, dá pra ter um gostinho de cada preparação sem sair de lá de ambulância. Os pedidos vão chegando à medida em que ficam prontos na cozinha. 

Há um balcão em frente da cozinha de onde é possível ver os cozinheiros trabalhando alucinadamente. Destaque para os  Heirloom Tomatoes  coloridos no balcão. Lindos e deliciosos!

Há um balcão em frente da cozinha de onde é possível ver os cozinheiros trabalhando alucinadamente. Destaque para os Heirloom Tomatoes coloridos no balcão. Lindos e deliciosos!

O restaurante é bastante famoso por aqui. Localizado no Design District, bairro descolado com muitas lojas de decoração e roupas, numa rua onde há as lojas mais caras da cidade.  Anthony Bourdain visitou-o durante episódio de seu programa The Layover. O chef-proprietário, Michael Schwartz, tem vários restaurantes espalhados pela cidade (e uma unidade do Michael's Genuine em Cayman, também). Pode-se dizer que ele é um dos chefs mais bem sucedidos por aqui. O restaurante está aberto todos os dias, para almoço, jantar e Brunch aos finais de semana. Se você é uma pessoa que gosta de ingredientes frescos trabalhados de maneira simples, mas com garantia de sabor, este é o lugar! Mas não se esqueça. Vá sem pressa, sem compromissos agendados para depois. E faça reserva. Sempre!

Housemade Patrami . Quando chegou à mesa, por um segundo pensei que fosse um  Brownie . Apenas uma palavra: perfeito!

Housemade Patrami. Quando chegou à mesa, por um segundo pensei que fosse um Brownie. Apenas uma palavra: perfeito!

Os deliciosos  Heirloom Tomatoes  com queijo  Stracciatella , azeite, manjericão, flor de sal e pimenta. 

Os deliciosos Heirloom Tomatoes com queijo Stracciatella, azeite, manjericão, flor de sal e pimenta. 

Deviled Eggs.

Deviled Eggs.

Kimchi Benedict:  o molho holandês foi enriquecido com  kimchi , que consiste numa técnica de fermentação de vegetais. A barriga de porco estava crocante por fora e super úmida por dentro. Seguramente uma das melhores versões de  Eggs Benedict  que já experimentei.

Kimchi Benedict: o molho holandês foi enriquecido com kimchi, que consiste numa técnica de fermentação de vegetais. A barriga de porco estava crocante por fora e super úmida por dentro. Seguramente uma das melhores versões de Eggs Benedict que já experimentei.

Os melhores falafels que eu já comi!

Os melhores falafels que eu já comi!

Mini panquecas com calda de morango com baunilha.

Mini panquecas com calda de morango com baunilha.

Brioche com frutas vermelhas de morrer! O restaurante acabou de trocar de  chef  confeiteiro, vamos ver o que vem por aí. 

Brioche com frutas vermelhas de morrer! O restaurante acabou de trocar de chef confeiteiro, vamos ver o que vem por aí. 

 

[Miami] Zak The Baker

Zak H. Stern é um padeiro que se tornou o melhor artesão de pães de fermentação natural da cidade.  Ao fazer um estágio de 2 meses numa fábrica de queijos Gruyére, partiu numa busca do pão perfeito para ser comido junto ao queijo. Ele viajou bastante pela Europa, trabalhou e aprendeu tudo o que podia e voltou para os EUA. Aqui, montou uma padaria numa garagem emprestada e passou a desenvolver sua forma de trabalho, ajustando sua receita até chegar à uma massa cuja hidratação chega a 80%. O pão tem uma crosta bem crocante e miolo bastante aerado e brilhante. É feito com fermento natural, o que é um plus e faz toda a diferença! Perto de minha casa é possível comprar seus pães logo cedinho, a partir das sete e meia da manhã, num supermercado. Pães estalando de frescos. Eu sou muito sortuda!

Não demorou muito e os principais restaurantes da cidade passaram a ser seus clientes. A demanda aumentou. O negócio cresceu tão rapidamente que o padeiro teve de reformular seus planos.  Acabaram virando uma padaria de verdade, com mesas e cadeiras, uma mesa grande pra dividir com estranhos ou com a família, e um balcão de onde é possível acompanhar o trabalho dos funcionários. Uma coisa interessante foi que parte da casa foi bancada por financiamento coletivo. As economias de Zak só deram para o aluguel do espaço e para parte dos equipamentos. A montagem do lugar, decoração e móveis foram custeados pelo Crowdfunding. Hoje a casa funciona de domingo a sexta e é possível comprar os pães e outras delícias, como quiche, roscas, cookies, etc. Aos sábados fica fechada, como toda casa judaica. Pra completar, pode-se tomar café por lá, bem cedinho, driblando o horário tardio das casas que servem brunch aos domingos. O cardápio muda sempre e obedece as regras da alimentação Kosher. A Bakery é um lugar despojado, com comida fresca e muito boa e custo benefício excelente. Destaque para a frequência bastante interessante do lugar. Vale dar uma conferida!

Fonte: http://2.bp.blogspot.com/-bqDH4Tl05o8/VJ7_qlAf8lI/AAAAAAAAijI/r3k3Rj7bD3E/s1600/DSC06806.JPG  A fachada é simples.

Fonte: http://2.bp.blogspot.com/-bqDH4Tl05o8/VJ7_qlAf8lI/AAAAAAAAijI/r3k3Rj7bD3E/s1600/DSC06806.JPG

A fachada é simples.

Fonte: http://mitchandmeltakemiami.com/wp-content/uploads/2014/07/IMG_0646.jpg  Logo na entrada, os pães. Usados nos prados da casa, podem ser comprados pra levar. 

Fonte: http://mitchandmeltakemiami.com/wp-content/uploads/2014/07/IMG_0646.jpg

Logo na entrada, os pães. Usados nos prados da casa, podem ser comprados pra levar. 

Fonte: http://1.bp.blogspot.com/-905fFkrRQp8/U8Gxgt6k9-I/AAAAAAAAAPM/ff9-sx-Hv_8/s1600/IMG_3264.JPG

Fonte: http://1.bp.blogspot.com/-905fFkrRQp8/U8Gxgt6k9-I/AAAAAAAAAPM/ff9-sx-Hv_8/s1600/IMG_3264.JPG

Iogurte grego com granola da casa e mel.

Iogurte grego com granola da casa e mel.

Torrada com pasta de atum.

Torrada com pasta de atum.

Torrada de pão multigrãos com caponata e ovo pochê.

Torrada de pão multigrãos com caponata e ovo pochê.

Se depois de tudo isso, você ainda precisa de mais um motivo pra ir até lá, eu dou: . Winwood. Bairro cheio de galerias de arte e grafitti pra passear à vontade! 

Referências:

Site do Zak: http://zakthebaker.com/

Facebook do Zak: https://www.facebook.com/pages/Zak-the-Baker/235444843216981

Artigo de blog sobre Zak, com entrevista, em Espanhol: http://aquihaybuenpan.com/zak-the-baker/

Zak no Huffington Post: http://www.huffingtonpost.com/2013/05/05/zak-baker-miami_n_3210729.html

[Miami] Swine Southern Table and Bar

O Swine faz parte do grupo 50EGGS, dono dos ótimos Khong River House e do Yardbird. Este novo representante da gastronomia do sul dos Estados Unidos debruça-se sobre os pratos feitos com carne de porco, o que por si só já garante a clientela, né? Em terra de bacon...

Parte da ida em um restaurante é a espiadela na mesa do vizinho. Desta vez estávamos no mesanino, daí foi fácil dar uma olhada sem ser inconveniente. Dá pra ver que os pratos do brunch são bem servidos, né?

Parte da ida em um restaurante é a espiadela na mesa do vizinho. Desta vez estávamos no mesanino, daí foi fácil dar uma olhada sem ser inconveniente. Dá pra ver que os pratos do brunch são bem servidos, né?

O restaurante oferece brunch aos fins de semana, que é uma grande oportunidade para conhecer um pouco da southern food (pronuncia-se sãdarn fud). Muito embora a maioria dos estrangeiros achem que a comida americana resuma-se à hamburgueres e todo o fast food, antes da cultura do time is money e das mulheres engrossarem o time no mercado de trabalho, muita gente cozinhava por estas bandas (inclusive com uma boa contribuição dos período de escravidão, como no Brasil). Aqui é possível provar receitas muitos gostosas, como Mac&Cheese, Ribs & Grits, Stews...

Pulled Pork, Cheese Grits and Eggs : Porco desfiado com canjiquinha e ovos fritos com gema mole. O último prato que comi por lá. Tava ótimo!

Pulled Pork, Cheese Grits and Eggs: Porco desfiado com canjiquinha e ovos fritos com gema mole. O último prato que comi por lá. Tava ótimo!

A casa, como as outras do grupo, é muito bem decorada e rústica. Reproduz as casas mais pobres dos americanos da parte sul (região que, diga-se de passagem, não inclui a Flórida. Para saber o que é considerado sul aqui, trace uma cruz imaginária no meio do país. No quadrante inferior esquerdo é onde localizam-se os estados da região.) com lâmpadas aparentes penduradas pelo fio, placas de metal no teto e tábuas de madeira rústica nos balcões. Também como no Yardbird, há uma carta com bons coquetéis a base de Bourbon

O bar.

O bar.

Comida norte-americana não é só hamburguer, mas eles também têm se você quiser. 

Comida norte-americana não é só hamburguer, mas eles também têm se você quiser. 

O famigerado Mac&Cheese é um prato simples de fazer, mas que você encontra em todo restaurante de Southern Food. Consiste em macarrão de massa curta cozida, molho com muito queijo cheddar, farinha de pão e algumas ervas por cima, gratinado no forno. É gostoso, prato de infância. O equivalente deles para as macarronadas de domingo das casas brasileiras.

O famigerado Mac&Cheese é um prato simples de fazer, mas que você encontra em todo restaurante de Southern Food. Consiste em macarrão de massa curta cozida, molho com muito queijo cheddar, farinha de pão e algumas ervas por cima, gratinado no forno. É gostoso, prato de infância. O equivalente deles para as macarronadas de domingo das casas brasileiras.

A vista de cima. Uma mesa grande pra dividir com gente desconhecida. Vai que rola uma amizade nova?

A vista de cima. Uma mesa grande pra dividir com gente desconhecida. Vai que rola uma amizade nova?

Lugar bom pra ir em grupo, mas isso não é uma regra. O que é bom é fazer reserva durante os fins de semana, porque lota! Aproveite! 

 


[Miami] Oak Tavern

Domingo é o dia mundial da preguiça. Dia que antecede às segundas-feiras odiadas pelo Garfield, não poderia ser diferente. E honrando esta vontade de não fazer nada, é claro que optamos por fazer nossas refeições matinais fora de casa neste dia. Rodamos por vários lugares diferentes, bares, restaurantes, cafés... E de todas as opções experimentadas, o Oak Tavern figura no topo da nossa lista para começar o dia.

Tábua com embutidos e picles.

Tábua com embutidos e picles.

Atrás os Eggs Pork Belly Benedict que meu marido pediu. Em primeiro plano, Shakshuka: ovos assados em molho picante de pimentões e tomate.

Atrás os Eggs Pork Belly Benedict que meu marido pediu. Em primeiro plano, Shakshuka: ovos assados em molho picante de pimentões e tomate.

Shrimp and Grits de primeira! Feito com bacon caramelizado em Maple Syrup. 

Shrimp and Grits de primeira! Feito com bacon caramelizado em Maple Syrup. 

The Southern (pronuncia-se "De Sãdarn"): Grits com molho picante de milho, ovos fritos e Maple Syrup Bacon. 

The Southern (pronuncia-se "De Sãdarn"): Grits com molho picante de milho, ovos fritos e Maple Syrup Bacon. 

Duck Hash: Ovo de pata frito sobre mix de batatas e carne de pato chapeadas até ficarem crocantes, como numa panqueca de batatas, parecido com a Rosti.

Duck Hash: Ovo de pata frito sobre mix de batatas e carne de pato chapeadas até ficarem crocantes, como numa panqueca de batatas, parecido com a Rosti.

French Toast de chocolate com côco. Grande o suficiente pra ser dividido entre 4 pessoas como sobremesa. Vale a pena!

French Toast de chocolate com côco. Grande o suficiente pra ser dividido entre 4 pessoas como sobremesa. Vale a pena!

União perfeita entre simpatia da equipe, comida excelente, preços atrativos e o principal: sucos feitos na hora! É impressionante a dificuldade que tem-se de encontrar suco realmente fresco por aqui, muito embora você leia frequentemente a expressão "fresh OJ" nos cardápios. Quando até um restaurante cubano famoso, de nome "El Palacio de los Jugos" se dá ao direito de servir sucos extraídos pela manhã e acondicionados em galões refrigerados durante todo o dia, um brasileiro pode realmente sentir-se frustrado nesta procura. Mas não no Oak Tavern! São poucas opções de sabores, mas os de cenoura com laranja e o de beterraba com laranja são campeões.

Aos sábados e domingos funciona o sistema de brunch, a partir das 11 horas. O cardápio é enxuto, com opções de saladas, sanduíches, pratos à base de ovos (deliciosos!), panquecas, waffles, sobremesas e tábuas de queijos/frios, além das bebidas e drinks. É importante dizer que o atendimento, embora cordial e muito atencioso, é lento. Os pedidos demoram para serem entregues. Mas a seu favor o restaurante oferece um ambiente bastante aconchegante, com salão interno amplo e bem decorado e pátio com mesas ao ar livre que são um convite ao descanso. Jogar conversa fora e entregar-se à contemplação. É um lugar bacana pra ir, fora do circuito turístico, mas próximo (5 minutos de carro) a um dos lugares mais legais de Miami e que poucos visitantes conhecem: Winwood Walls.

Garanto que o passeio não será esquecido tão cedo. Numa viagem onde as compras são sempre o motivo de passagem por Miami, reserve um dia preguiçoso pro Oak Tavern e depois "faça o quilo" caminhando e aproveitando dos painéis de grafitti/artísticos. Se estiver animado, vale uma esticadinha pro cinema. Sua viagem será muito menos enfadonha se você fizer isso. Aliás, creio que se tornará uma surpresa!


Atualização em 29 de maio de 2015: O Oak Tavern fechou as portas. A especulação imobiliária no bairro onde ficava foi a grande responsável por isso. Mas a notícia é de que o fechamento é temporário. Provavelmente o reabrirão em nova localidade ainda este ano. Estamos na torcida! 

[Miami] Mandolin Aegean Bistrô: Grego pra ninguém botar defeito!

Minha primeira experiência impactante com a comida grega foi em 2009, em Astória, bairro próximo ao Queens em Nova Iorque. Nesta época, minha prima - que mora por lá - namorava um rapaz grego. Coincidentemente, eles eram garçons em dois restaurantes gregos diferentes em Manhattan: ela trabalhava num tipo mais tradicional, com vitrine de pescados no gelo pra você poder escolher diretamente o que queria; ele, num restaurante bem mais moderninho, com decoração muito bacana e pratos apresentados de maneira mais inusitada. Mas logo no dia em que chegamos eles decidiram levar-nos pra conhecer um grego "copo-sujo", daqueles sem frescura, com cadeiras de madeira e plástico. O restaurante era bem famoso (ainda é, clique aqui para ver o site), como pudemos constatar depois no Guia Zagat. Como estávamos acompanhados de um legítimo filho da Grécia, fomos muito bem servidos e apresentados a uma série de bons representantes da comida do país. Um dos pratos era um queijo derretido na chapa que eu nunca mais esqueci.

Fachada do restaurante. Ele fica príximo a uma loja de itens de decoração usados e outra de decoração com flores. 

Fachada do restaurante. Ele fica príximo a uma loja de itens de decoração usados e outra de decoração com flores. 

5 anos depois, reencontrei este queijo no Mandolin, aqui em Miami. Saganaki é uma espécie de chapa de ferro onde são preparados vários pratos; o queijo é um deles. O tipo usado varia: pode ser o Halloumi (muito parecido com o nosso Coalho), ou o Kasseri que foi o que comi nas vezes que estive lá. Era exatamente este o que eu tinha comido no Taverna Kyclades em NY. Um queijo de cabra de massa amarelo-pálida, compacta e lisa, grelhado na chapa até ficar com a crosta crocante e dourada, com o interior inteiramente derretido. De morrer!

Cheese Saganaki.

Cheese Saganaki.

O Mandolin é um restaurante bastante aconchegante. Tem uma grande área aberta em seu interior, com cadeiras e mesas de madeira, as paredes pintadas de branco e as janelas, de azul. Muitas árvores, passarinhos voando de um lado para o outro e alguns itens de decoração especialmente escolhidos para completar o ar que o casal greco-turco de proprietários queria reproduzir. Já estivemos por lá muitas vezes e nunca precisamos fazer reserva. O que facilita é que o local fica aberto direto, entre o horário do almoço e jantar. Então é só ir chegando.

Decoração rústica.

Decoração rústica.

Butterfly prawns.

Butterfly prawns.

Classic Salad.

Classic Salad.

Moussaka.

Moussaka.

Carré de cordeiro com arroz pilaf com orzo.

Carré de cordeiro com arroz pilaf com orzo.

Além do queijo, as saladas são bem fartas, frescas e gostosas; a Moussaka é a melhor que já comi. O menu é enxuto, com boas opções para todos os gostos. É um lugar pra ir sem pressa de ir embora. Sentar e ir pedindo os pratos devagar, acompanhados de um vinho branco grego, deixando o tempo correr. São duas as opções de sobremesa, mas elas não se destacam. A Baklava é apenas correta. E o "chocolate cake" é como um pavê gelado de chocolate com biscoito de maizena. Nada demais. Se quiser, dá pra fechar a comilança com café turco. É forte e interessante!

Café turco e Baklava.

Café turco e Baklava.

[Miami] Sakaya Kitchen: resultado do flerte entre a comida asiática e a cena food-truck de miami.

Assim que nos mudamos pra Downtown, passei a circular bastante pela região à pé. Reconhecer o território, começar a saber onde ficavam os restaurantes... Desde o primeiro passeio, a silhueta em neon laranja de um porco me chamou a atenção. Busquei na internet informações sobre o dito e fui direto ao ZAGAT, que recentemente foi adquirido pelo Google e que costuma ser um excelente guia referencial de onde comer bem nas cidades americanas. Lancei o nome no buscador - SAKAYA KITCHEN - e a avaliação era 22/30, ou seja, algo mediano a caminho de ser muito bom. Meu marido é um bom garfo, mas costuma não ser muito empolgado em aventurar-se em lugares novos sem um aval experimentado. Sem chance de irmos sem que eu tivesse me submetido à comida antes, lá fui eu, num dia qualquer de setembro de 2012.

Fonte: http://burgerbeast.com/2012/11/29/sakaya-kitchens-wynwood-food-truck-fest-during-art-basel/

Fonte: http://burgerbeast.com/2012/11/29/sakaya-kitchens-wynwood-food-truck-fest-during-art-basel/

O cardápio está escrito na parede, que foi pintada com tinta para quadro negro. Uma tendência isso aí!

O cardápio está escrito na parede, que foi pintada com tinta para quadro negro. Uma tendência isso aí!

O restaurante de downtown (tem outro em Midtown e um FoodTruck, onde Anthony Bourdain comeu) tem uma fachada muito simples, com duas portas nos extremos. Assim que você entra, sente um certo estranhamento porque o salão tem um quê de lanchonete, com mesas e cadeiras simples, tubulares. O menu está escrito na parede à esquerda de quem entra, parede esta pintada com tinta de quadro negro com a descrição dos pratos escrita a giz. O sistema de atendimento é quase de lanchonete também: fila no caixa, você dá seu nome e faz o seu pedido. Paga, escolhe onde vai sentar-se e aguarda. Quando seu prato está pronto, o atendente chama pelo seu nome e leva seu pedido até você. E aí você será fisgado para sempre! Claro, se você é o tipo de pessoa que curte comida picante.

Steak and Salad: mix de folhas verdes, carne extra macia e temperada, mlho a base de gengibre, shoyo e gergelim tostado. 

Steak and Salad: mix de folhas verdes, carne extra macia e temperada, mlho a base de gengibre, shoyo e gergelim tostado. 

Na primeira vez em que fui, pedi uma salada cuja descrição era simples, mas que tem um sabor que preenche toda a boca e te transporta pra outro mundo, te desconecta dos problemas e faz concentrar somente nos sabores. E como é um restaurante perto da minha casa e muito barato, virou quase que minha segunda casa. Já experimentei 85% do cardápio e não me canso de ir. Excelente dica pra quem quer comer comida excelente, pagando pouco e ainda fugindo dos lugares pega-turista. As opções de bebidas são um capítulo à parte: Sakês, cervejas variadas de rótulos interessantíssimos, coca-cola mexicana e americana, vinhos...

Sae Woo : o mesmo prato da primeira foto, mas na forma original com arroz de côco.   

Sae Woo: o mesmo prato da primeira foto, mas na forma original com arroz de côco.

 

Nathan's all beef  carne de porco assada longamente, desfiada em cima de  Tater Tots , uns bolinhos de batada americanos muito gostosos! É como um bolinho de batata rösti.

Nathan's all beef carne de porco assada longamente, desfiada em cima de Tater Tots, uns bolinhos de batada americanos muito gostosos! É como um bolinho de batata rösti.

Cracklin' Duck : Coxa de pato sous vide (cozida à vácuo) com molho adocicado e coentro, em pão de batata e molho picante.

Cracklin' Duck: Coxa de pato sous vide (cozida à vácuo) com molho adocicado e coentro, em pão de batata e molho picante.

Dae Ji : Filé mignon suíno picante, butter'd broccoli, arroz thai de côco e amendoins.

Dae Ji: Filé mignon suíno picante, butter'd broccoli, arroz thai de côco e amendoins.

Banh mi : Barriga de  porco Kurobuta  cozida sous-vide,  pate de tete , maionese feita na casa, kimchi* de cenouras e picles.

Banh mi: Barriga de porco Kurobuta cozida sous-vide, pate de tete, maionese feita na casa, kimchi* de cenouras e picles.

Popcorn Shrimp Ssam : camarão frito com um toque de canela e outras especiarias, Kimchi* e picles, arroz jasmim.

Popcorn Shrimp Ssam: camarão frito com um toque de canela e outras especiarias, Kimchi* e picles, arroz jasmim.

Bo Ssam : porco assado por 8 horas com molho picante, camarão grelhado, kimchi* e arroz jasmim.

Bo Ssam: porco assado por 8 horas com molho picante, camarão grelhado, kimchi* e arroz jasmim.

Sae Woo  : Camarão frito picantíssimo, Butter'd Broccoli e arroz de côco delicioso.

Sae Woo: Camarão frito picantíssimo, Butter'd Broccoli e arroz de côco delicioso.

Tudo é feito na casa: cura de carnes, fermentação de vegetais, cocção prolongada... O conceito é de rede de fast food, porém mais relacionado à uma refeição rápida de rua do que às lanchonetes. Os ingredientes são de altísismo nível, orgânicos, cultivados e adquiridos de acordo com a filosofia do Slow-Food. As técnicas empregadas contribuem para que entreguem comida deliciosa ao cliente a preço justíssimo. E o melhor: abre ao meio-dia e só fecha de noite! 

*Kimchi: tradicional acompanhamento coreano que consiste em vegetais fermentados. O mais comum deles é o feito de repolho.

Richard Halle também é o criador do conceito e proprietário do Black Brick Chinese

Atualização em 22/04/2015: a unidade de Downtown foi fechada. Somente ficou a aberta a unidade do Shops at Midtown.

[Miami] Khong River House: os sabores do sudeste asiático em Miami Beach.

O que têm em comum o time bicampeão de basquete Miami Heat, a Southern Food e a comida do sudeste asiático? Resposta: o mesmo grupo de empreendedores. No caso da gastronomia, os caras têm casas muito boas, onde é possível comer, se divertir e beber muito bem. Certamente todos os restaurantes da turma aparecerão por aqui, estou colecionando fotos pra poder escrever sobre eles. 

Khong River House é o representante asiático do grupo e, desde que abriu as portas, em Miami Beach, fazia parte da minha listinha de restaurantes a conhecer. Sempre gostei de comida picante, com bastantes especiarias para alegrar, surpreender e entreter minhas papilas gustativas. O contraste de sabores e texturas, criando algo completamente único. Por isso, logo que o Khong abriu, em 2012, já comecei a salivar porque já conhecia outras duas casas do grupo, especializadas em Southern Food e que são excelentes. Ou seja, era coisa boa! 

A decoração da casa foi muito bem pensada. Fonte: http://www.giltcity.com/miami/khongriverhouseaug

A decoração da casa foi muito bem pensada. Fonte: http://www.giltcity.com/miami/khongriverhouseaug

As comidas asiáticas estão na lista das minhas favoritas. Comida Chinesa e Japonesa foram amplamente difundidas nos quatro cantos do planeta, mas os outros países têm representantes tímidos, sobretudo no Brasil. Porém, isso tudo vem sofrendo uma grande reviravolta. Principalmente com a globalização, que favoreceu o intercâmbio de chefs para trocar experiências. Muita gente viajando para lugares inusitados e a popularidade conquistada pelos guias de restaurantes, com o boom da gastronomia como "arte a ser devorada". Hoje as pessoas viajam para conhecer restaurantes e a comida de um país.

Na primeira vez que fomos ao restaurante, era um sábado no final de tarde. Não tínhamos reserva, mas casais costumam ter sorte nestas horas porque sempre há uma mesa simples desocupando. Eu pedi um prato com camarões bem grandes, bastante picante e saboroso, cozido no ponto certo. Meu marido desenvolveu um amor por barriga de porco desde que chegamos aqui e não teve dúvidas quando viu um curry disponível no menu. Os pratos vêm acompanhados de arroz. A casa oferece três tipos: Jasmine, Integral e Sticky. E olha: os arrozes são tão bons quanto os pratos que acompanham.

Vietnamese-Style Crispy Prawns   : salteados com chili tailandês fresco, alho, chalota, cebolinha e especiarias. Servido com arroz Jasmine Tailandês. Quando acabou, eu quis comer o papel pra aproveitar o caldinho.

Vietnamese-Style Crispy Prawns: salteados com chili tailandês fresco, alho, chalota, cebolinha e especiarias. Servido com arroz Jasmine Tailandês. Quando acabou, eu quis comer o papel pra aproveitar o caldinho.

Coconut Cake   : Bolo de côco com   chutney   de abacaxi e gengibre, telha de côco e sorvete de côco. Crocante e gelado, com a picância das especiarias e dulçor misturados perfeitamente!

Coconut Cake: Bolo de côco com chutney de abacaxi e gengibre, telha de côco e sorvete de côco. Crocante e gelado, com a picância das especiarias e dulçor misturados perfeitamente!

Na segunda vez, fomos jantar depois de um show num dia de semana. Mais uma vez não tínhamos reservas e não tivemos problemas pra sentar. Eu fui de pato e meu marido comeu novamente o Curry de barriga de porco.

Thai Crispy Duck: Pato salteado com pimenta do reino jovem (cachos verdes), cebola branca, pimenta chilli fresca e folhas de manjericão. Servido com arroz Jasmine Thai. Nham!

Thai Crispy Duck: Pato salteado com pimenta do reino jovem (cachos verdes), cebola branca, pimenta chilli fresca e folhas de manjericão. Servido com arroz Jasmine Thai. Nham!

Na terceira vez, fomos ao brunch de domingo. Eles abrem às 11:30 e neste horário o restaurante estava vazio. Como queria muito comer lá e já era tarde do dia, fiz reservas pra não ficar mau-humorada caso não conseguíssemos mesa. Pedi um prato com carne, ovos e batatas doces que estava de morrer e Bruno, uma omelete recheada de Curry de barriga de porco (de novo!). Também pedimos umas panquecas deliciosas, cuja textura e sabor me lembraram de leve a do Mané Pelado de minha mãe. Finalizamos com um expresso e fomos embora felizes.

Pork Belly Curry Omelete   : Barriga de porco com   chilli   em pasta, capim santo,  cúrcuma e alho. Acompanhado de salada de papaia verde. Meu marido raspou o prato.

Pork Belly Curry Omelete: Barriga de porco com chilli em pasta, capim santo,  cúrcuma e alho. Acompanhado de salada de papaia verde. Meu marido raspou o prato.

G.I. Breakfast  : Linguiça adocicada chinesa, 2 ovos fritos com gema mole, carne de porco cozida no vapor, coentro e torradas de baguette. Acompanhado de molho parecido com catchup. Pense que morri? Delícia!

G.I. Breakfast: Linguiça adocicada chinesa, 2 ovos fritos com gema mole, carne de porco cozida no vapor, coentro e torradas de baguette. Acompanhado de molho parecido com catchup. Pense que morri? Delícia!

Chinese Fried Pork Rice: barriga de porco frita e sequinha, milho, ervilha, alho, gengibre, cebola, coentro e molho stir fry. Ovo frito por cima e linguiça de porco. Delícia!

Chinese Fried Pork Rice: barriga de porco frita e sequinha, milho, ervilha, alho, gengibre, cebola, coentro e molho stir fry. Ovo frito por cima e linguiça de porco. Delícia!

O bar da casa é um caso à parte, completíssimo. Ainda não fomos lá com intenção de conhecer os drinks da casa, isto será feito mais adiante. Assim que formos, complemento o post. A única certeza que fica é que o povo da 50Eggs é muito bom de serviço e levam seu trabalho a sério. E que o Khong River House é uma aposta com garantia de retorno se você gosta de sabores picantes, como eu.

Nunca vi tanta garrafa de Gin diferente junta na minha vida!

Nunca vi tanta garrafa de Gin diferente junta na minha vida!

Observação: Neste post eu aproveito algumas fotos de um post sobre o restaurante no meu antigo blog. Elas são de 2013. No último domingo voltamos ao restaurante e pudemos conferir que a qualidade continua a mesma - excelente! Por isso vale a pena mostrar o que tem de bom por lá!

[Miami] Black Brick Chinese: o melhor chinês da cidade!

Moro próximo a uma das duas unidades do Sakaya Kitchen, restaurante de inspiração coreana deliciosa e acessível, sobre o qual postarei mais tarde. Há quase um ano seu chef-proprietário, Richard Hales, deu uma entrevista a uma publicação gastronômica de Miami, declarando que abriria um restaurante chinês em Midtown. Ele se dizia cansado dos restaurantes chineses que a cidade tinha até então (restaurantes que, invariavelmente, encontravam uma forma de vender Sushi pra atrair a clientela) e tinha decidido fazer algo à respeito. Cara de atitude esse Richard!

Richard Hales. Fonte: Miami New Times

Richard Hales. Fonte: Miami New Times

O fato é que o Black Brick inaugurou no fim de 2013 e lá fomos nós almoçar. O lugar é descolado, com gaiolas vermelhas penduradas no teto, como luminárias. Há umas 4 mesas fora do restaurante e algo em torno de umas 10 na parte de dentro. 

É possível sentar-se junto ao balcão para ver os cozinheiros, de Hong-Kong e da província de Huan, trabalhando e finalizando alguns pratos. 

É possível sentar-se junto ao balcão para ver os cozinheiros, de Hong-Kong e da província de Huan, trabalhando e finalizando alguns pratos. 

Meu marido adorou e ficou fotografando o senhor de 63 anos enquanto ele comandava a Wok.

O mais divertido na decoração do lugar são três quadros, com retratos de Bruce Lee, Chuck Norris e Keith Richards vestidos com uniformes militares antigos. Muito bacana!

O mais divertido na decoração do lugar são três quadros, com retratos de Bruce Lee, Chuck Norris e Keith Richards vestidos com uniformes militares antigos. Muito bacana!

O atendimento é rápido, simpático e eficiente. Fomos recebidos com chá. Uma rápida olhada no menu enxuto já foi suficiente: fomos de DimSum (entradas) e Pato Peking.

Xinjiang Cumin Lamb dumpling   : pastéisinhos recheados de carne de cordeiro com cominho e óleo de pimentas.      

Xinjiang Cumin Lamb dumpling: pastéisinhos recheados de carne de cordeiro com cominho e óleo de pimentas.    

Peking Shaoiazi Duck, hoisin, roti prata* e scalions   : metade de um pato laqueado, frito, com molho à base de ostra e cebolinha verde. Acompanhavam o pato uns pães chineses cozidos no vapor (Buns) e duas panquequinhas* agridoces de enlouquecer. Especiarias, sal, picância e sabor adocicado na medida certa. E dá pra dividir fácil.

Peking Shaoiazi Duck, hoisin, roti prata* e scalions: metade de um pato laqueado, frito, com molho à base de ostra e cebolinha verde. Acompanhavam o pato uns pães chineses cozidos no vapor (Buns) e duas panquequinhas* agridoces de enlouquecer. Especiarias, sal, picância e sabor adocicado na medida certa. E dá pra dividir fácil.

Recentemente voltamos pra jantar e vimos que o restaurante adota uma iluminação mais branda, que dá destaque aos elementos coloridos da decoração. O atendimento cortês se confirmou e desta vez eu decidi pedir um drink. Surpresa, encontrei Caipirinha no cardápio. Sinal de que havia algum brasileiro por perto, perguntei ao garçon que confirmou: o bartender era de São Paulo. Bruno pediu um Coelho e eu fui de Dim Sum novamente, mas resolvi experimentar outras duas opções do cardápio.

Fried chicken and garlic dumpling house sweet and sour sauce : pastéisinhos fritos recheados de frango e alho, servido com molho agridoce. 

Fried chicken and garlic dumpling house sweet and sour sauce: pastéisinhos fritos recheados de frango e alho, servido com molho agridoce. 

Peking duck neck crispy skin and homemade MSG   : pedaços de pescoço e as cabeças de 2 patos laqueados, fritos e servidos com glutamato monossódico feito na casa (pó na colher).

Peking duck neck crispy skin and homemade MSG: pedaços de pescoço e as cabeças de 2 patos laqueados, fritos e servidos com glutamato monossódico feito na casa (pó na colher).

Gong Bao Rabbit, roasted fresh chili peanut and Jalapeño Sichuan pepper:    Coelho salteado com vegetais, pimenta, amendoin, jalapenho e pimenta de Shichuan. Esse é pra quem gosta de ter a boca em fogo! 

Gong Bao Rabbit, roasted fresh chili peanut and Jalapeño Sichuan pepper: Coelho salteado com vegetais, pimenta, amendoin, jalapenho e pimenta de Shichuan. Esse é pra quem gosta de ter a boca em fogo! 

O restaurante foi o único, dentre os novos restaurantes de Miami, a ser relacionado na lista de 2014 "Top 50 New Restaurants" da revista Bon Appetít. 

Eu já conheço o menu quase inteiro do Sakaya e pretendo fazer o mesmo neste restaurante. A comida é excelente, aromática, saborosa e muito bem feita.  E além de tudo isso, como no Sakaya, não é caro! Vale demais conhecer! Está totalmente fora do circuito de restaurantes de turista. Postarei outras fotos de pratos diferentes quando voltar por lá. 

[Miami] DB Bistro Moderne: A prova de que existe vida gastronômica de qualidade em Miami!

Quando vim a Miami pela primeira vez, confesso que o fiz um tanto quanto emburrada. Preconceitos à parte, achava que era perda de tempo viajar para um lugar onde as pessoas iam somente para fazer compras e ir à Disney. Intimamente, eu pressentia que esta viagem mudaria a minha vida e isto revelou-se correto: 6 meses depois eu estaria morando aqui! Vim para encontrar meu marido, que chegaria direto de uma temporada de trabalho na Alemanha, para trabalhar por mais 10 dias na cidade antes do voltar ao Brasil. Ficamos hospedados em casa de um amigo querido, que nos levou em nossa primeira noite para jantar no restaurante de Daniel Boulud. Ao saber que um cozinheiro deste gabarito mantinha um restaurante na cidade, minha percepção mudou radicalmente. Algo como: existe vida nesta cidade, afinal! Gordinho é foda! Só passa a gostar das coisas se lhe oferecerem perspectiva de boa comida. ;)

Nesta primeira vez, fiquei tão empolgada com a surpresa que até criei coragem para provar Escargot. Uma interessada por gastronomia, cozinheira wanna-be como eu, deve treinar o seu paladar sempre que possível, deixando de lado os nojinhos ou idéias pré-concebidas sobre o aspecto ou textura de determinados alimentos, pensei. E onde seria melhor lugar para provar escargot que não em um restaurante francês?

A atmosfera do restaurante é bem bacana. Não tirei fotos do ambiente mas posso dizer que é exatamente o suficiente pra te deixar no clima de expectativa dos pratos que virão. O escargot foi servido de forma tradicional, mas fora das conchas, numa base de ferro com bolinhas em baixo relevo onde vieram os escargots. Croquetes de batata, manteiga, salsinha fresca e mais nada. E que gostoso é! Ainda bem que resolvi experimentar.

Meu segundo prato foi pedido por influência da Erika, uma amiga que conhece os restaurantes do Boulud em Nova Iorque. Ela foi jantar com o marido no DB Bistro de NY e pediu um prato todo francês, enquanto ele resolveu pedir um hambúrguer. "Em um restaurante francês? penso ela. Só que este não era qualquer um, mas um senhor hambúrguer recheado com foie-gras, acompanhado de batatas fritas sequinhas. Assim que os pratos chegaram ela se arrependeu de não ter pedido o hambúrguer. Então, quando eu vi o sanduíche no cardápio não tive dúvidas: hambúrguer! Só que o de Miami tinha costela desfiada no recheio, além do foie-gras. E valeu realmente cada mordida!

Não se deixe iludir pela foto. É um prato grande!

Na segunda vez que fui ao restaurante foi para aproveitar o festival Miami Spice, iniciativa semelhante às Restaurant Week que rolam no Brasil, mas que por aqui dura 2 meses! Fui para o almoço e me ofereceram um lugar junto ao bar, tão lindo e com uma imensa quantidade de bebidas que nem me atrevi a contar! O cardápio do festival te dá 3 opções de entrada, 3 de prato principal e 2 ou 3 de sobremesa, ao preço de US$ 23,00 sem taxas e serviços incluídos. Optei por uma salada de tomates, melancia e rúcula de entrada, seguida de peixe branco à Belle Meuniére, vegetais tostados e purê de couve-flor como principal, seguido de Cheesecake de ricota, sorbet de uva, figos caramelizados e couli de frutas vermelhas. Um desbunde!

É um dos meus restaurantes favoritos em Miami e agora tornou-se um perigo. Recentemente tornei-me sua mais nova vizinha! ;)