[Miami] Sakaya Kitchen: resultado do flerte entre a comida asiática e a cena food-truck de miami.

Assim que nos mudamos pra Downtown, passei a circular bastante pela região à pé. Reconhecer o território, começar a saber onde ficavam os restaurantes... Desde o primeiro passeio, a silhueta em neon laranja de um porco me chamou a atenção. Busquei na internet informações sobre o dito e fui direto ao ZAGAT, que recentemente foi adquirido pelo Google e que costuma ser um excelente guia referencial de onde comer bem nas cidades americanas. Lancei o nome no buscador - SAKAYA KITCHEN - e a avaliação era 22/30, ou seja, algo mediano a caminho de ser muito bom. Meu marido é um bom garfo, mas costuma não ser muito empolgado em aventurar-se em lugares novos sem um aval experimentado. Sem chance de irmos sem que eu tivesse me submetido à comida antes, lá fui eu, num dia qualquer de setembro de 2012.

Fonte: http://burgerbeast.com/2012/11/29/sakaya-kitchens-wynwood-food-truck-fest-during-art-basel/

Fonte: http://burgerbeast.com/2012/11/29/sakaya-kitchens-wynwood-food-truck-fest-during-art-basel/

O cardápio está escrito na parede, que foi pintada com tinta para quadro negro. Uma tendência isso aí!

O cardápio está escrito na parede, que foi pintada com tinta para quadro negro. Uma tendência isso aí!

O restaurante de downtown (tem outro em Midtown e um FoodTruck, onde Anthony Bourdain comeu) tem uma fachada muito simples, com duas portas nos extremos. Assim que você entra, sente um certo estranhamento porque o salão tem um quê de lanchonete, com mesas e cadeiras simples, tubulares. O menu está escrito na parede à esquerda de quem entra, parede esta pintada com tinta de quadro negro com a descrição dos pratos escrita a giz. O sistema de atendimento é quase de lanchonete também: fila no caixa, você dá seu nome e faz o seu pedido. Paga, escolhe onde vai sentar-se e aguarda. Quando seu prato está pronto, o atendente chama pelo seu nome e leva seu pedido até você. E aí você será fisgado para sempre! Claro, se você é o tipo de pessoa que curte comida picante.

Steak and Salad: mix de folhas verdes, carne extra macia e temperada, mlho a base de gengibre, shoyo e gergelim tostado. 

Steak and Salad: mix de folhas verdes, carne extra macia e temperada, mlho a base de gengibre, shoyo e gergelim tostado. 

Na primeira vez em que fui, pedi uma salada cuja descrição era simples, mas que tem um sabor que preenche toda a boca e te transporta pra outro mundo, te desconecta dos problemas e faz concentrar somente nos sabores. E como é um restaurante perto da minha casa e muito barato, virou quase que minha segunda casa. Já experimentei 85% do cardápio e não me canso de ir. Excelente dica pra quem quer comer comida excelente, pagando pouco e ainda fugindo dos lugares pega-turista. As opções de bebidas são um capítulo à parte: Sakês, cervejas variadas de rótulos interessantíssimos, coca-cola mexicana e americana, vinhos...

Sae Woo : o mesmo prato da primeira foto, mas na forma original com arroz de côco.   

Sae Woo: o mesmo prato da primeira foto, mas na forma original com arroz de côco.

 

Nathan's all beef  carne de porco assada longamente, desfiada em cima de  Tater Tots , uns bolinhos de batada americanos muito gostosos! É como um bolinho de batata rösti.

Nathan's all beef carne de porco assada longamente, desfiada em cima de Tater Tots, uns bolinhos de batada americanos muito gostosos! É como um bolinho de batata rösti.

Cracklin' Duck : Coxa de pato sous vide (cozida à vácuo) com molho adocicado e coentro, em pão de batata e molho picante.

Cracklin' Duck: Coxa de pato sous vide (cozida à vácuo) com molho adocicado e coentro, em pão de batata e molho picante.

Dae Ji : Filé mignon suíno picante, butter'd broccoli, arroz thai de côco e amendoins.

Dae Ji: Filé mignon suíno picante, butter'd broccoli, arroz thai de côco e amendoins.

Banh mi : Barriga de  porco Kurobuta  cozida sous-vide,  pate de tete , maionese feita na casa, kimchi* de cenouras e picles.

Banh mi: Barriga de porco Kurobuta cozida sous-vide, pate de tete, maionese feita na casa, kimchi* de cenouras e picles.

Popcorn Shrimp Ssam : camarão frito com um toque de canela e outras especiarias, Kimchi* e picles, arroz jasmim.

Popcorn Shrimp Ssam: camarão frito com um toque de canela e outras especiarias, Kimchi* e picles, arroz jasmim.

Bo Ssam : porco assado por 8 horas com molho picante, camarão grelhado, kimchi* e arroz jasmim.

Bo Ssam: porco assado por 8 horas com molho picante, camarão grelhado, kimchi* e arroz jasmim.

Sae Woo  : Camarão frito picantíssimo, Butter'd Broccoli e arroz de côco delicioso.

Sae Woo: Camarão frito picantíssimo, Butter'd Broccoli e arroz de côco delicioso.

Tudo é feito na casa: cura de carnes, fermentação de vegetais, cocção prolongada... O conceito é de rede de fast food, porém mais relacionado à uma refeição rápida de rua do que às lanchonetes. Os ingredientes são de altísismo nível, orgânicos, cultivados e adquiridos de acordo com a filosofia do Slow-Food. As técnicas empregadas contribuem para que entreguem comida deliciosa ao cliente a preço justíssimo. E o melhor: abre ao meio-dia e só fecha de noite! 

*Kimchi: tradicional acompanhamento coreano que consiste em vegetais fermentados. O mais comum deles é o feito de repolho.

Richard Halle também é o criador do conceito e proprietário do Black Brick Chinese

Atualização em 22/04/2015: a unidade de Downtown foi fechada. Somente ficou a aberta a unidade do Shops at Midtown.

[Miami] Khong River House: os sabores do sudeste asiático em Miami Beach.

O que têm em comum o time bicampeão de basquete Miami Heat, a Southern Food e a comida do sudeste asiático? Resposta: o mesmo grupo de empreendedores. No caso da gastronomia, os caras têm casas muito boas, onde é possível comer, se divertir e beber muito bem. Certamente todos os restaurantes da turma aparecerão por aqui, estou colecionando fotos pra poder escrever sobre eles. 

Khong River House é o representante asiático do grupo e, desde que abriu as portas, em Miami Beach, fazia parte da minha listinha de restaurantes a conhecer. Sempre gostei de comida picante, com bastantes especiarias para alegrar, surpreender e entreter minhas papilas gustativas. O contraste de sabores e texturas, criando algo completamente único. Por isso, logo que o Khong abriu, em 2012, já comecei a salivar porque já conhecia outras duas casas do grupo, especializadas em Southern Food e que são excelentes. Ou seja, era coisa boa! 

A decoração da casa foi muito bem pensada. Fonte: http://www.giltcity.com/miami/khongriverhouseaug

A decoração da casa foi muito bem pensada. Fonte: http://www.giltcity.com/miami/khongriverhouseaug

As comidas asiáticas estão na lista das minhas favoritas. Comida Chinesa e Japonesa foram amplamente difundidas nos quatro cantos do planeta, mas os outros países têm representantes tímidos, sobretudo no Brasil. Porém, isso tudo vem sofrendo uma grande reviravolta. Principalmente com a globalização, que favoreceu o intercâmbio de chefs para trocar experiências. Muita gente viajando para lugares inusitados e a popularidade conquistada pelos guias de restaurantes, com o boom da gastronomia como "arte a ser devorada". Hoje as pessoas viajam para conhecer restaurantes e a comida de um país.

Na primeira vez que fomos ao restaurante, era um sábado no final de tarde. Não tínhamos reserva, mas casais costumam ter sorte nestas horas porque sempre há uma mesa simples desocupando. Eu pedi um prato com camarões bem grandes, bastante picante e saboroso, cozido no ponto certo. Meu marido desenvolveu um amor por barriga de porco desde que chegamos aqui e não teve dúvidas quando viu um curry disponível no menu. Os pratos vêm acompanhados de arroz. A casa oferece três tipos: Jasmine, Integral e Sticky. E olha: os arrozes são tão bons quanto os pratos que acompanham.

Vietnamese-Style Crispy Prawns   : salteados com chili tailandês fresco, alho, chalota, cebolinha e especiarias. Servido com arroz Jasmine Tailandês. Quando acabou, eu quis comer o papel pra aproveitar o caldinho.

Vietnamese-Style Crispy Prawns: salteados com chili tailandês fresco, alho, chalota, cebolinha e especiarias. Servido com arroz Jasmine Tailandês. Quando acabou, eu quis comer o papel pra aproveitar o caldinho.

Coconut Cake   : Bolo de côco com   chutney   de abacaxi e gengibre, telha de côco e sorvete de côco. Crocante e gelado, com a picância das especiarias e dulçor misturados perfeitamente!

Coconut Cake: Bolo de côco com chutney de abacaxi e gengibre, telha de côco e sorvete de côco. Crocante e gelado, com a picância das especiarias e dulçor misturados perfeitamente!

Na segunda vez, fomos jantar depois de um show num dia de semana. Mais uma vez não tínhamos reservas e não tivemos problemas pra sentar. Eu fui de pato e meu marido comeu novamente o Curry de barriga de porco.

Thai Crispy Duck: Pato salteado com pimenta do reino jovem (cachos verdes), cebola branca, pimenta chilli fresca e folhas de manjericão. Servido com arroz Jasmine Thai. Nham!

Thai Crispy Duck: Pato salteado com pimenta do reino jovem (cachos verdes), cebola branca, pimenta chilli fresca e folhas de manjericão. Servido com arroz Jasmine Thai. Nham!

Na terceira vez, fomos ao brunch de domingo. Eles abrem às 11:30 e neste horário o restaurante estava vazio. Como queria muito comer lá e já era tarde do dia, fiz reservas pra não ficar mau-humorada caso não conseguíssemos mesa. Pedi um prato com carne, ovos e batatas doces que estava de morrer e Bruno, uma omelete recheada de Curry de barriga de porco (de novo!). Também pedimos umas panquecas deliciosas, cuja textura e sabor me lembraram de leve a do Mané Pelado de minha mãe. Finalizamos com um expresso e fomos embora felizes.

Pork Belly Curry Omelete   : Barriga de porco com   chilli   em pasta, capim santo,  cúrcuma e alho. Acompanhado de salada de papaia verde. Meu marido raspou o prato.

Pork Belly Curry Omelete: Barriga de porco com chilli em pasta, capim santo,  cúrcuma e alho. Acompanhado de salada de papaia verde. Meu marido raspou o prato.

G.I. Breakfast  : Linguiça adocicada chinesa, 2 ovos fritos com gema mole, carne de porco cozida no vapor, coentro e torradas de baguette. Acompanhado de molho parecido com catchup. Pense que morri? Delícia!

G.I. Breakfast: Linguiça adocicada chinesa, 2 ovos fritos com gema mole, carne de porco cozida no vapor, coentro e torradas de baguette. Acompanhado de molho parecido com catchup. Pense que morri? Delícia!

Chinese Fried Pork Rice: barriga de porco frita e sequinha, milho, ervilha, alho, gengibre, cebola, coentro e molho stir fry. Ovo frito por cima e linguiça de porco. Delícia!

Chinese Fried Pork Rice: barriga de porco frita e sequinha, milho, ervilha, alho, gengibre, cebola, coentro e molho stir fry. Ovo frito por cima e linguiça de porco. Delícia!

O bar da casa é um caso à parte, completíssimo. Ainda não fomos lá com intenção de conhecer os drinks da casa, isto será feito mais adiante. Assim que formos, complemento o post. A única certeza que fica é que o povo da 50Eggs é muito bom de serviço e levam seu trabalho a sério. E que o Khong River House é uma aposta com garantia de retorno se você gosta de sabores picantes, como eu.

Nunca vi tanta garrafa de Gin diferente junta na minha vida!

Nunca vi tanta garrafa de Gin diferente junta na minha vida!

Observação: Neste post eu aproveito algumas fotos de um post sobre o restaurante no meu antigo blog. Elas são de 2013. No último domingo voltamos ao restaurante e pudemos conferir que a qualidade continua a mesma - excelente! Por isso vale a pena mostrar o que tem de bom por lá!