[Thanksgiving] Cheesecake de abóbora com especiarias e chocolate.

O dia de Ação de Graças aqui nos EUA é tão importante quanto o natal. É o feriado que lota aeroportos e distribui pessoas de um canto ao outro do país, normalmente no intuito de reunir-se com seus familiares e amigos para comer e beber absurdamente e refletir o quão gratos são pela vida, o antiácido e tudo o mais que os rodeia. A festividade tem origem numa refeição compartilhada entre os indígenas norte-americanos e os imigrantes ingleses recém chegados à época da colonização. Eles trouxeram pouca comida em sua bagagem e estavam condenados a morrerem de inanição e doenças na nova terra. É um festejo bastante interessante, onde os pratos clássicos utilizam ingredientes nativos e sazonais (embora todos possam ser encontrados o ano todo nos supermercados, inclusive na forma de enlatados...).

Um dos ingredientes mais emblemáticos dos festejos do outono é a abóbora, que reina absoluta no Halloween e no Thanksgiving. A forma mais tradicional de usá-la nesta época do ano é a "Pumpkin Pie". Só que eu provei da famosa tarta e não gostei. Daí, achei esta receita que mistura abóbora, especiarias e chocolate numa mesma cheesecake! Resolvi experimentar no Thanksgiving do ano passado, quando inventei de fazer toda a ceia sozinha pra ver como era. Tudo pra descobrir que é, realmente, um trabalho muito cansativo e que deve ser compartilhado! Esta Cheesecake foi um dos pontos altos da ceia e até hoje tem gente que lembra dela com saudades. A receita só não veio parar no blog antes porque coloquei mil e um defeitos na aparência, achando que deveria fazer novamente para postar aqui.

 Essa foi a primeira vez em que fiz a receita. Ela ficou muito bem executada, mas a altura da cheesecake e o dourado da superfície deixaram a desejar. Eu queria ela mais alta e menos coradinha, para o marmorizado aparecer bastante. Dessa vez, o marmorizado virou uma camada inteira de chocolate, porque eu não soube solucionar o problema da superfície menor com a mesma quantidade de massa de chocolate. Se tivesse parado pra pensar um pouco e separado um pouco da massa de abóbora pra intercalar, teria ficado como essa. Mas isso é agora um desafio para a terceira vez. Ou pra você, que aprendeu com os meus erros e não vai passar por isso. ;)

Essa foi a primeira vez em que fiz a receita. Ela ficou muito bem executada, mas a altura da cheesecake e o dourado da superfície deixaram a desejar. Eu queria ela mais alta e menos coradinha, para o marmorizado aparecer bastante. Dessa vez, o marmorizado virou uma camada inteira de chocolate, porque eu não soube solucionar o problema da superfície menor com a mesma quantidade de massa de chocolate. Se tivesse parado pra pensar um pouco e separado um pouco da massa de abóbora pra intercalar, teria ficado como essa. Mas isso é agora um desafio para a terceira vez. Ou pra você, que aprendeu com os meus erros e não vai passar por isso. ;)

Eu ainda não estou satisfeita com o visual que consegui. Mas decidi que ela está bonita o suficiente para merecer um post. E o sabor dela é incrível! A textura é super macia e a camada de biscoito faz um contraponto interessante. No final das contas, essa receita vai entrar pro rol das Cheesecakes mais gostosas que já fiz e fatalmente será feita de novo. E se ficar mais bonita na melhor de 3, eu troco a foto aqui. Yes!!!! Claro, que com as devidas explicações. ;)

Não sei se será possível fazer a ceia novamente este ano. Mas a sobremesa já está garantida! 

 Pra não dizer que só falei dos meus erros, vamos a alguns acertos muito bons: a receita original instrui que assemos o bolo a 180 celsius, mas isso me rendeu bordas levemente mais altas e superfície um pouco rachada na primeira vez que a fiz. Reduzi a temperatura para 150 celsius desta vez e  voilá ! Nunca tinha feito uma  Cheesecake  assada com um topo tão retinho! Isso também colaborou, junto com a redução no uso da batedeira pra não incorporar tanto ar à massa, para que a massa ficasse bem compacta e cremosa, numa receita em que os únicos agentes aglutinadores são os ovos. 

Pra não dizer que só falei dos meus erros, vamos a alguns acertos muito bons: a receita original instrui que assemos o bolo a 180 celsius, mas isso me rendeu bordas levemente mais altas e superfície um pouco rachada na primeira vez que a fiz. Reduzi a temperatura para 150 celsius desta vez e voilá! Nunca tinha feito uma Cheesecake assada com um topo tão retinho! Isso também colaborou, junto com a redução no uso da batedeira pra não incorporar tanto ar à massa, para que a massa ficasse bem compacta e cremosa, numa receita em que os únicos agentes aglutinadores são os ovos. 

Cheesecake de abóbora, especiarias e chocolate amargo

Para a base:

 Separe e pese todos os ingredientes antes de começar o preparo. Essa etapa toma um certo tempo, mas garante que sua receita seja executada de maneira mais ágil e atenta, com mais chances de dar certo. 

Separe e pese todos os ingredientes antes de começar o preparo. Essa etapa toma um certo tempo, mas garante que sua receita seja executada de maneira mais ágil e atenta, com mais chances de dar certo. 

142g de biscoito do tipo maisena

30g de açúcar refinado

75g de manteiga derretida sem sal

20g de cacau em pó

 Triture os biscoitos no liquidificador ou processador de alimentos. Junte o açúcar, o cacau em pó e processe até incorporar.

Triture os biscoitos no liquidificador ou processador de alimentos. Junte o açúcar, o cacau em pó e processe até incorporar.

 Misture a manteiga derretida à farinha processada e misture bem.

Misture a manteiga derretida à farinha processada e misture bem.

 Coloque a farofa obtida com os ingredientes processados no fundo da forma (20 cm de diâmetro) e faça uma camada compacta, apertando-a com os dedos. Você pode usar uma colher ou um pote de vidro com o fundo liso para nivelar bem esta camada e deixa-la lisinha como a da foto.

Coloque a farofa obtida com os ingredientes processados no fundo da forma (20 cm de diâmetro) e faça uma camada compacta, apertando-a com os dedos. Você pode usar uma colher ou um pote de vidro com o fundo liso para nivelar bem esta camada e deixa-la lisinha como a da foto.

Para a massa:

 Com os ingredientes da massa todos pesados e separados, você pode começar a trabalhar. Suja um pouco mais de louça, mas garante um resultado muito melhor da sua receita. Vai por mim!

Com os ingredientes da massa todos pesados e separados, você pode começar a trabalhar. Suja um pouco mais de louça, mas garante um resultado muito melhor da sua receita. Vai por mim!

454g de Cream cheese em temperatura ambiente

155g de açúcar refinado

1 xícara de chá de purê fino de abóbora moranga

3g de canela em pó

1 colher de chá de cravo em pó ou mais à gosto

1 colher de chá de noz moscada ralada ou mais à gosto

2 ovos grandes em temperatura ambiente

1 gema grande em temperatura ambiente

225g de creme de leite fresco

1 colher de sobremesa de extrato de baunilha

85g de chocolate meio-amargo picado

60g de creme de leite fresco [2]

 Leve o cream cheese à batedeira, misturando-o até que esteja macio. Acrescente o açúcar e bata até incorporar. Com a batedeira desligada, adicione o purê de abóbora, as especiarias e o extrato de baunilha. Bata até que tudo esteja bem homogêneo. lembre-se de raspar a superfície e o fundo da tigela com uma espátula de silicone. Isso impede que sobre massa não misturada. 

Leve o cream cheese à batedeira, misturando-o até que esteja macio. Acrescente o açúcar e bata até incorporar. Com a batedeira desligada, adicione o purê de abóbora, as especiarias e o extrato de baunilha. Bata até que tudo esteja bem homogêneo. lembre-se de raspar a superfície e o fundo da tigela com uma espátula de silicone. Isso impede que sobre massa não misturada. 

 Acrescente os ovos e a gema, um a um, com a batedeira em velocidade baixa. Aguarde até que cada um deles seja incorporado à massa antes de adicionar o outro. Pare de bater. Reserve. 

Acrescente os ovos e a gema, um a um, com a batedeira em velocidade baixa. Aguarde até que cada um deles seja incorporado à massa antes de adicionar o outro. Pare de bater. Reserve. 

 Aqueça o creme de leite no fogo até que ameace levantar fervura. Verta-o sobre o chocolate picado e aguarde 5 minutos antes de misturar os dois ingredientes. 

Aqueça o creme de leite no fogo até que ameace levantar fervura. Verta-o sobre o chocolate picado e aguarde 5 minutos antes de misturar os dois ingredientes. 

 Com a massa de abóbora pronta e o chocolate derretido, incorporado ao creme de leite e frio, separe uma xícara da mistura de cream cheese numa outra tigela e adicione o chocolate derretido. Misture delicadamente até que fique homogêneo. 

Com a massa de abóbora pronta e o chocolate derretido, incorporado ao creme de leite e frio, separe uma xícara da mistura de cream cheese numa outra tigela e adicione o chocolate derretido. Misture delicadamente até que fique homogêneo. 

 Agora é a hora da montagem. Com a base assada e já fria, as duas massas prontas e o forno já aquecido a 150 Celsius, coloque água para ferver, suficiente para encher uma forma retangular pela metade. 

Agora é a hora da montagem. Com a base assada e já fria, as duas massas prontas e o forno já aquecido a 150 Celsius, coloque água para ferver, suficiente para encher uma forma retangular pela metade. 

 Coloque a massa de abóbora por cima da camada de biscoito, deixando uma quantidade próxima a de uma xícara reservada para fazer o marmorizado. Com uma colher de sopa, distribua a massa de chocolate por cima da de abóbora, como na foto acima. Tá vendo como a quantidade quase tampa a superfície da primeira camada? Foi aqui que eu cometi o meu erro. Se você reservar uma xícara da massa de abóbora pra intercalar com a de chocolate, você vai garantir um resultado próximo ao que obtive da primeira vez que fiz. É só colocá-la com uma colher de sopa, nos intervalos entre uma porção de chocolate e a outra. 

Coloque a massa de abóbora por cima da camada de biscoito, deixando uma quantidade próxima a de uma xícara reservada para fazer o marmorizado. Com uma colher de sopa, distribua a massa de chocolate por cima da de abóbora, como na foto acima. Tá vendo como a quantidade quase tampa a superfície da primeira camada? Foi aqui que eu cometi o meu erro. Se você reservar uma xícara da massa de abóbora pra intercalar com a de chocolate, você vai garantir um resultado próximo ao que obtive da primeira vez que fiz. É só colocá-la com uma colher de sopa, nos intervalos entre uma porção de chocolate e a outra. 

 Aqui, como o meu marmorizado acabou se tornando uma camada-cobertura de chocolate. O que eu deveria ter conseguido era o resultado abaixo:

Aqui, como o meu marmorizado acabou se tornando uma camada-cobertura de chocolate. O que eu deveria ter conseguido era o resultado abaixo:

 Aqui, a cheesecake pronta para ir ao forno da primeira vez que fiz. Na forma de cm que usei da segunda vez, a xícara reservada da massa de abóbora será adicionada às colheradas, como a de chocolate, nos espaços entre as porções marrons. Com isso, fazer o efeito marmorizado com o palito será bem mais interessante e próximo do desta foto. Para fazê-lo, divida a forma em 4 quadrantes imaginários. Afunde um palito para churrasco na massa do primeiro quadrante a ser trabalhado, com cuidado para não danificar a camada de biscoito. Com a ponta dele submersa, escreva a letra L cursiva várias vezes, para que as duas cores de massa se entrelacem, criando desenhos. Quando achar que já está bom neste quadrante, gire a forma e repita o processo. Assim sucessivamente, até que termine. Dê algumas leves batidas da forma contra a bancada, pra assentar a massa e eliminar possíveis bolhas de ar. 

Aqui, a cheesecake pronta para ir ao forno da primeira vez que fiz. Na forma de cm que usei da segunda vez, a xícara reservada da massa de abóbora será adicionada às colheradas, como a de chocolate, nos espaços entre as porções marrons. Com isso, fazer o efeito marmorizado com o palito será bem mais interessante e próximo do desta foto. Para fazê-lo, divida a forma em 4 quadrantes imaginários. Afunde um palito para churrasco na massa do primeiro quadrante a ser trabalhado, com cuidado para não danificar a camada de biscoito. Com a ponta dele submersa, escreva a letra L cursiva várias vezes, para que as duas cores de massa se entrelacem, criando desenhos. Quando achar que já está bom neste quadrante, gire a forma e repita o processo. Assim sucessivamente, até que termine. Dê algumas leves batidas da forma contra a bancada, pra assentar a massa e eliminar possíveis bolhas de ar. 

 Leve a cheesecake ao forno, já com a forma cheia de água quente na grade de baixo, por aproximadamente 1 hora e quinze. Ela estará pronta quando as bordas estiverem firmes, mas o centro ainda estiver faltando um pouco pra cozinhar. Para ver o ponto, bata a mão levemente na porta do forno fechado e veja como a superfície se comporta. Se o centro tremer levemente, está ok. Desligue o forno, coloque uma colher de pau entreabrindo a porta dele e deixe a cheesecake dentro por mais 1 hora. Faça o teste do palito, que deverá sair limpo. Coloque sobre uma grade para esfriar. Leve a geladeira até o dia seguinte. 

Leve a cheesecake ao forno, já com a forma cheia de água quente na grade de baixo, por aproximadamente 1 hora e quinze. Ela estará pronta quando as bordas estiverem firmes, mas o centro ainda estiver faltando um pouco pra cozinhar. Para ver o ponto, bata a mão levemente na porta do forno fechado e veja como a superfície se comporta. Se o centro tremer levemente, está ok. Desligue o forno, coloque uma colher de pau entreabrindo a porta dele e deixe a cheesecake dentro por mais 1 hora. Faça o teste do palito, que deverá sair limpo. Coloque sobre uma grade para esfriar. Leve a geladeira até o dia seguinte. 

 Na receita original, recomendam que o bolo seja servido com chantilly. Eu servi só a cheesecake e acho que é suficiente! O sabor é incrível e, se você conseguir fazer um bom marmorizado, o visual também. 

Na receita original, recomendam que o bolo seja servido com chantilly. Eu servi só a cheesecake e acho que é suficiente! O sabor é incrível e, se você conseguir fazer um bom marmorizado, o visual também.